Seja muito bem-vindo ao Sonhos que vivo. Amores que sinto!


Seja muito bem-vindo (a) ao "Sonhos que vivo. Amores que sinto"!

Cada postagem que você encontrar aqui, foi escrita e publicada com muito carinho. Esse blog foi feito para você!
Aqui você encontrará lindos poemas de amor, de amizade, saudades e, agora com a super novidade: poemas religiosos (poemas gospeis)!
Você encontrará reflexões, versos, mensagens e ainda poderá deixar a sua opinião, participando do blog e ajudando a melhorá-lo, afinal, é importante saber a opinião dos meus leitores, pois é para vocês à quem escrevo!
Você poderá clicar nos marcadores e ir diretamente ao que lhe interessa, onde constam "poemas", "versos", "mensagens", etc...assim, facilitará a sua viagem nesse mundo de poemas, ao blog SONHOS QUE VIVO. AMORES QUE SINTO...

Obrigada pela visita aqui, espero que tenha gostado e volte sempre!
Se puder, deixe sua opinião, para que assim possemos melhorá-lo cada vez, além de deixar um toque seu aqui, um cantinho feito pensando em você, exclusivamente!

Desde já agradeço por sua visita, espero que goste e volte sempre...

Obrigada!

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Eu nunca fui perfeita, mas sempre fui verdadeira ( fotógrafo desconhecido)


Poema: " Sonho de um desejo" (Joserlene Brito - fotógrafo desconhecido)



Acordei sentindo na pele, um desejo que ardia de dentro pra fora e me consumia como uma chama em palha seca, queimo até agora!
Um desejo que ardia ao teu toque, e que aos teus beijos, do mundo eu esquecia...
Você tocava a minha pele sensível, meu corpo recém acordado, eu transpirava prazer, era impossível eu ficar parada, só olhando pra você...
Os teus beijos faziam o meu sangue ferver, tuas mãos deslisando em meu corpo, faziam minha boca tremer, aos sussurros e carícias, alí eu amava você...
Parecia um sonho, mas, era muito real, eu despertei em mim um desejo, e em realidade, vivi o tal...
Você beijava a minha pele lentamente, com as mãos em meus cabelos, você dizia: " fazer amor como a gente fez, era tudo o que eu queria!"
Nossos corpos desnudos, roupas caídas ao chão, mais outra vez, eu te propus, perdemos alí nossa razão...
Como se fosse o último momento de nossas vidas, simplesmente nos perdemos em paixão...
Depois que você se foi, aqui ainda fiquei, relembrando do sonho que vivi, mais uma vez despertei...
Por mais que parecesse tão real, com você, eu apenas sonhei!

Reflexão: " Mudar pelo amor" (Joserlene Brito)



As vezes, a gente muda por mudar simplesmente, outras vezes mudamos, porque os rumos da vida nos obrigam à isso...
Há vezes, que mudamos porque descobrimos estarmos apaixonados ou que amamos alguém...essa, é a forma de mudar que ninguém mais entenderá, a não ser aquele que mudou e conhece as suas razões...
Descobrir que ama alguém em um determinado tempo, pode lhe deixar feliz, se essa pessoa também amar você; mas pode lhe fazer indescritivelmente infeliz, se esse alguém não amar você ou não puder seu...
O amor não pode ser entendido, nem mesmo por aquele que o sente, mas, pode continuar sendo vivido por aquele que acreditar nele...
O amor não avisa quando irá aparecer, nem escolhe quem irá atingir, simplesmente surge, levando toda a nossa inocência...
Não deixe de escrever o seu futuro, pelo simples temor ao presente e por chorar as dores do seu passado, simplesmente viva e deixe-se viver, faça isso como se fosse o seu último dia...viva intensamente!
As dores e decepções nos fortalecem, nos edificam, nos mudam, mas, mesmo assim, não tiram de dentro de nós o receio que temos de que tudo aconteça novamente, portanto, ame e permita ser amado, sem amor nada somos...
Não existe amor perfeito, existem pessoas que aprendem a lidar com ele...
Por mais que você tenha sofrido, encare isso como uma forma de conhecê-lo melhor, veja o lado positivo, se a pessoa que você mais amou lhe fez sofrer, é sinal de que você foi bom o suficiente para que essa pessoa não lhe merecesse...
Dizem que Deus escreve certo por linhas tortas, é mentira!
Deus não perderia o tempo dEle escrevendo em linha torta, não...você escreveria?
Ele escreve o certo em linhas retas, você, eu, todos, é que distorcemos as coisas...é quem complicamos...
O que Deus fez é perfeito, assim como o amor, espere o verdadeiro amor chegar, que você irá ver que aquelas pessoas que você amou, não foram boas o bastante para merecer os seus sentimentos, o amor de verdade completa, ele não subtrai...se sua felicidade, seus sonhos, sua paz foram subtraídos, não houve amor, houve uma paixão, um encanto...apenas, um desejo de ter a outra pessoa e nada mais...
Viva, ame...permita ser amado, permita que vivam por você, faça por merecer, faça que lhe mereçam!

Poema: " Não podes me querer..." (Joserlene Brito)



Não adianta me amar,
Não adianta me querer,
Não adianta me elogiar,
Não adianta tentar me convencer...

Diz coisas que não poderia dizer,
Diz coisas que não quero ouvir,
Diz coisas que não quero saber,
Diz que sente o que não pode sentir...

Somos diferentes, você sabe,
Temos muros, você vê,
Quero que nada fale,
Você não pode me ter...

Talvez, em outra vida
Não seja tão impossível,
Mas, nesta vida não quero,
Nesta não é possível...

Não precisa prever o meu futuro,
Nem mudar o meu presente,
Entre você e eu, há um muro
Que é maior que a gente...

Não podes me desejar,
Mas, me deseja mesmo assim,
Diz que vai se afastar,
Mas, tuas lembranças te levarão até mim...

Vai embora lamentando,
Mas, nada eu posso fazer,
O muro que está nos separando
Foi construído por você...

Não quero que o destrua,
Não quero que o pulemos,
Não quero fazer ninguém chorar,
Não quero que choremos...

Se eu digo não,
Se eu te rejeito,
Não pense que é por diversão,
É que não tem outro jeito...

Eu não te amo,
Não quero te iludir,
A você, eu não engano,
A você nunca menti...

Já te contei que amo outro,
Isso, não consigo fingir,
Ainda que te pareça pouco,
Só amizade, eu te oferecí...

Não gosto que diga estar sofrendo,
Eu não tenho culpa do que aconteceu,
Ainda que esteja me querendo,
Será sempre, apenas amigo meu!
Mesmo que você me ame,
Quem dorme ao lado seu
Não sou e nunca será eu...

quarta-feira, 25 de julho de 2012

25 de julho: dia do ESCRITOR


Hoje, 25 de julho de 2012, é o dia do escritor, e eu não poderia deixar esse dia passar despercebido sem vir agradecer à você, leitor, por fazer parte da minha história...não há um escritor, se este não tiver pelo menos um leitor, e graças à sua visitinha aqui, é que eu tenho muito orgulho em dizer que eu escrevo sim, porque eu sei que alguém irá ler, eu sou uma escritora sim, porque eu tenho leitores que seguem, que visitam, que buscam, eu tenho amigos que admiram os meus pensamentos!
Obrigada!
Passam anos, entram anos, passam dias, passa o tempo que passar, eu estarei aqui escrevendo os meus pensamentos, para que você aí, onde estiver, saiba que eu faço o que faço, pensando em você, na sua satisfação, com o intuito de atender às suas expectativas, e de melhorar cada vez mais, o NOSSO BLOG, que pra mim, é uma extensão dos meus sonhos...
Obrigada, leitores!!!!
Sejam muito bem-vindos, e que a nossa companhia se estenda à muitos anos vindouros...

sábado, 14 de julho de 2012

Poema: " Por você" (Joserlene Brito)


Eu digo que te amo,
E te amo do meu jeito,
Não sei como explicar,
Esse jeito não é um defeito,
É a minha forma de te amar...

Talvez não seja a forma mais bela,
Talvez não seja a mais aceita,
Mas, eu vou te amar com ela,
É a minha forma mais perfeita...

A distância machuca,
Tento não lembrar você,
A saudade não ajuda,
Não consigo te esquecer...

Peço ao Criador do coração
Que me dê um grande amor,
Ainda em oração,
Teu nome, Ele me enviou...

Sei que não realizarei
Todos os meus sonhos ao seu lado,
Mas, tenho certeza que viverei
Um grande amor eternizado...

Enfrentaremos o mundo,
Concerteza venceremos,
Conquistaremos tudo,
Que até então queremos...

Te direi todos os dias
O quanto sois especial pra mim,
És a minha fonte de alegria,
Meu tudo, enfim...

Demorei a reconhecer,
Demorei a aceitar,
Demorei a entender
Que você veio pra me completar...

Queria a sua companhia
Onde quer que eu estivesse,
Queria estar todo dia
Ao lado de quem me merece...

Te vejo em sonhos,
Te vejo na imaginação,
Pensando em ti, me proponho
A dar-te o meu coração...

Não importa o sangue,
Não importa o passado,
Não importa o nome,
Sois por mim, tão amado!

Por você, eu pensei,
Por você, eu escrevi,
Por você, eu sonhei,
Por você, eu senti,
Por você, eu amei,
Por você, à Deus pedi...

Amo-te...



Poema: " Procure o amor" (Joserlene Brito)

Busque sempre dentro de você
Os sentimentos que merecem ser vividos,
Nunca os deixe morrerem,
Nunca os deixe esquecidos...

Procure a alegria em meio às tristezas,
Procure a inocência em meio às impurezas,
Procure a paz em meio ao rancor,
Apesar do ódio, procure sempre o amor...

Carregue no seu rosto
O seu melhor sorriso,
Curta sempre o seu gosto,
Crie um paraíso...

Não se subestime,
Nunca desista,
Jamais desanime,
Sempre persista...

Há oportunidades para todos,
Poucos conseguem percebê-las,
Procure as suas,
Você consegue vencê-las...

Mesmo quando vencer,
Do amor, não poderá esquecer...

Poema: " Meu amor" (Joserlene Brito)


Meu amor é maior que o céu,
Meu amor é maior que o mar,
Meu amor é maior que o infinito,
E com ele, irei te amar...

Meu amor é insubstituível,
Meu amor é incondicional,
Com meu amor, tudo é possível,
Meu amor, é além do normal...

Meu amor não respira,
Meu amor, nada vê,
Meu amor me inspira,
Meu amor é você!

Meu amor sussurra ao meu ouvido,
Meu amor me dá carinho,
Como o meu amor, eu duvido
Que exista outro igualzinho...

Meu amor não é pouco,
Meu amor é imenso,
Meu amor é louco,
Só no meu amor, eu penso!

Poema: " O amor" (Joserlene Brito)



O amor é algo terno, que se justifica pelas não justificativas,
Que se resume nos grandes corações,
Que se multiplica por grandes quantidades e sem deixar a desejar em nenhuma delas...
O amor é um sentimento que aproxima o longe,
Que traz de volta o passado e é capaz de viver antecipadamente o futuro em que nele existe.
O amor é o único capaz de fazer o nosso coração querer parar, ao mesmo tempo em que pulsa incessantemente...
O amor é simplesmente, algo que merece ser vivido, ainda que nunca seja entendido,
Ele é a razão de tudo que possui vida dentro do universo,
Mesmo que esse universo exista apenas dentro de nós...
O amor é apenas uma forma de dizer que cada um de nós possuímos uma parte de si solta por ai,
Que cabe à nós, reencontrar cada uma delas...